Wednesday, October 11, 2006

Texto 40
O que é que vocês
estão falando?


— Alô!
— Ferdi, aqui é a Lili.
— E aí?
— Você não vai acreditar.
— O quê?
— O Nando saiu.
— Que Nando?
— Nando Reis!
—Saiu de onde?
— Dos Titãs?
— O quê? Você tá doida, Lili?
— Bom, também não tô acreditando muito, quem me disse foi a Zélia.
— Ah, tá. Tinha que ser coisa daquela maluca. Ela deve tá fazendo hora com a nossa cara.
— Eu também estou achando. Tá estranho isso. Eles têm show prá fazer. Ninguém sai sem mais nem menos de uma banda.
— É mentira. Melhor a gente nem comentar com ninguém.

E foi assim que naquela sexta feira, 6 de setembro de 2002, eu recebi a notícia do desligamento de Nando Reis dos Titãs. Não acreditei, achei aquilo absurdo demais para ser verdade. Menos de um mês antes, eu havia assistido a um show da banda e, aparentemente, tudo estava bem.
Só tive certeza quando vi o Nando na MTV, fazendo seu comunicado oficial. Não era uma brincadeira, como no dia 1o de abril de 1997, em que Marcelo Fromer anunciou o fim dos Titãs. Afinal de contas, era dia 9 de setembro e tudo estava soando num tom sério demais.
Pronto, era verdade mesmo. “Quem assumiria o baixo?”, “As músicas dele sairiam do set list?”, “Será que houve briga?”, “Os Titãs também falarão oficialmente sobre o assunto?”. Especulações e mais especulações. Para boa parte delas, tive a resposta 12 dias depois, quando a banda se apresentou em Belo Horizonte, já com Lee Marcucci no baixo.
Naquela noite, tive a impressão de ver os Titãs mais leves no palco. Arrisco-me a dizer que estavam mais felizes. Entendi, então, que aquela separação se fez necessária. E quanto ao Lee? Bom, não é todo dia que se tem a chance de ver um dos pilares do rock nacional tocando as músicas de sua banda preferida...

Fernanda

“O que é que vocês estão falando?” – A Verdadeira Mary Poppins (Titanomaquia – 1993)

0 Palavras:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home