Wednesday, September 20, 2006

Texto 14
Estão olhando pra você...
cuidado com você!


Pela mesma lista que conheceu Ferdi e Lili, Roberta teve a oportunidade de conhecer Paula, que também mora em Guarapari e curte o rock da geração 80. Há tempos Roberta procurava alguém de sua cidade ou local próximo que gostasse de Titãs e fizesse de tudo para não perder nenhum show. E assim sempre foi a Paula: fã assídua. Se falaram, por telefone, pela primeira vez, uma semana antes do show que os Titãs fariam no Ginásio Álvares Cabral, em Vitória, no dia 20 de setembro de 2002.
Estavam super curiosas, pois o show já seria sem o Nando Reis, que havia deixado a banda pouquíssimos dias antes. Elas se perguntavam: quem iria assumir o baixo? Os Titãs iriam manter algumas músicas que o Nando cantava, como Marvin, Cegos do Castelo e Não Vou Me Adaptar?
Mais uma vez, Roberta foi acompanhada de Hélia, outra amiga, e marcaram de se encontrar com Paula no ginásio. Logo de cara, uma reconheceu a outra, e estavam devidamente equipadas — Roberta, com sua câmera fotográfica e Paula, com a filmadora.
Beta encontrou-se com mais amigos de Guarapari e outros fãs da banda que também havia conhecido pela internet, como o Keitel e a Renata.
Os Titãs mal entraram no palco e a histeria foi total, todos ansiosos, pulando e cantando com a banda. Eles fizeram, literalmente, o chão do Álvares Cabral tremer. Sensação indescritível!
Todos os titãs estavam animados: Branco dançava muito, Britto sorria, Paulo gritava e pulava, os dedos de Tony deslizavam na guitarra e faziam um som maravilhoso, Gavin tinha o poder em suas mãos, fazendo sair da bateria uma energia positiva e vibrante. E Lee deu conta do baixo muitíssimo bem. Foi uma surpresa para Roberta ouvir Mundo Cão ao vivo, uma de suas canções favoritas. Seus dedos, quase que de forma automática, clicava fotos compulsivamente. Beta se via no dilema de toda fã: não sabia se pulava, cantava ou fotografava. Pena que tudo que é bom dura pouco. Fim de show, hora de voltar para Guarapari.
Ao chegar, não deu outra. Beta foi direto para o computador descarregar as fotos. Babava em cada uma das 147 (!!!) que tirou. Seu recorde em um show. A cada foto, uma lembrança. Uma pena não ter conseguido entrar no camarim com Paula, mas aquele momento ainda chegaria.
No dia seguinte, Beta mostrou as fotos para Paula, que por sua vez, levou a filmagem que havia feito para a amiga assistir. Se divertiram muito ao ver que a câmera captou o que seus olhos não perceberam: durante a música Nem 5 Minutos Guardados, mais precisamente na parte “(...) É sempre carnaval no Brasil”, Sérgio Britto, que dava visíveis sinais de empolgação, apoiou o pé direito na caixa que estava em sua frente e deu um salto para trás. Ele só não esperava que aquele inocente pulo provocaria um tombo, que o fez ficar com as duas pernas para cima. Em seguida, levantou-se, sem graça, olhando para os lados. Com fãs é preciso ter cuidado! O tombo foi captado por Paula (apesar de não ter visto no momento do show), repetido inúmeras vezes no vídeo cassete com direito a “slow-motion” e virou comentário por várias semanas entre elas.

“Estão olhando pra você...cuidado com você!” – Cuidado Com Você (A Melhor Banda de Todos Os Tempos Da Última Semana – 2001)

0 Palavras:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home